quarta-feira, 9 de julho de 2014

Notícia importante sobre hemangioma infantil

Postado pela Dra. Mônica Linhares, diretora médica do Espaço Saúde Rio, dermatologista clínica, cirúrgica e de tratamentos a laser.

FDA ( Food and Drug Administration ) aprova o uso do Hemangeol, uma formulação pediátrica de propranolol, que deve reduzir o potencial de erro nas conversões de dosagem de incremento ao   tratar  hemangiomas proliferativos infantis que exigem terapia sistêmica.
"Isso representa um verdadeiro marco na terapia para pacientes que têm hemangiomas."
Se quiser saber mais visite o site hemangeol.com

Fonte: http://dramonicalinhares.blogspot.com.br/2014/04/fda-aprova-hemangeol-para-tratamento-de.html

quarta-feira, 31 de julho de 2013

IMPORTANTE informação

Acabei de receber este comentário aqui no blog.
Achei importante postá-lo para todos.

Bom dia a todas...
Meu nome é Luciana e meu filho também foi diagnosticado com malformação vascular, o que implica a necessidade de tratamento a laser, o chamado dy laser.
No começo fiquei desesperada, pois, além de caro, descobri que o meu plano não cobria os custos desse tratamento. E mais, tudo o que lia a respeito, me dava a entender que o meu filho iria sofrer com a dor do tratamento.
Pois bem. Hoje, dia 31/07/2013, primeiro dia seguinte da primeira sessão de Dye Laser, posso dizer que TUDO CORREU MUITO BEM!! 
GRAÇAS À DEUS, meu filho está ótimo, animado, bricando, SEM DOR!!! Talvez ele até sinta um incômodo, MAIS NÃO RECLAMA DE NADA!!!
E mais:
Consegui uma medida liminar na JUSTIÇA que obrigou o meu plano a custera todo o tratamento que meu filho terá que se submeter, ou seja, 05 SESSÕES DE DYE LASER.
Por esse motivo é que estou escrevendo a todas as mães que estão passando por este problema.
Sem desmerecer outros especialistas, na minha concepção, a médica mais indicada para o tratamento de hemangiomas, malformações vasculares, linfangiomas e tudo mais relacionado é a Dra. Heloisa Campos (São Paulo). Ela é referencia no BRasil para esses tratamentos.
Além disso, gostaria de salientar que os PLANOS DE SAÚDE SÃO OBRIGADOS A COBRIR ESSES TRATAMENTOS, QUER ESTEJAM OS MESMOS INSERIDOS NO ROL DA ANS OU NÃO.
E o mais importante de tudo: MÃES, TENHAM FÉ!! PEÇAM, DE CORAÇÃO, PRA DEUS QUE SEUS FILHOS NÃO SOFRAM E ISSO NÃO ACONTECERÁ!!
Forte abraço a todas vcs!!
Luciana.

sábado, 6 de abril de 2013

Ótima leitura sobre hemangioma - Quem sabe, sabe!

Recomendo a leitura do site da Dra. Heloisa Campos, especialista no assunto HEMANGIOMA.
Basta clicar AQUI.

Não esqueça: quem conhece a melhor forma de tratar o hemangioma é o médico especialista.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Atualizando - Hemangioma

A Bê está com 6 anos, completados em 10 de dezembro de 2012.
Durante 2 anos e 2 meses fez uso do propanolol por causa do hemangioma na pontinha do nariz.
Dois anos depois de suspenso o uso, o hemangioma está estável e ela linda, fofa.
Aos pais que estão agoniados, passando pela mesma situação, não percam a esperança.
Procurem um médico especialista e não se satisfaçam com os que disserem que com 2 anos o hemangioma some.
Beijos


segunda-feira, 30 de julho de 2012

O propanolol foi suspenso - Hemangioma

A Bê está com 5 anos e 7 meses. Aos dois anos iniciou o uso do propanolol.
Usou durante 2 anos e 2 meses.
Quando estava usando há 11 meses, o médico suspendeu o uso, super satisfeito com o resultado, porém, avisou-nos da possibilidade do efeito rebote.
Foi exatamente o que aconteceu! Um mês suspenso, a cor mudou e o volume aumentou. Nada comparado ao que era antes, mas o efeito rebote estava presente.
Retomamos o tratamento e a melhora foi imediata.
O uso foi suspenso em fevereiro de 2011. Graças a Deus o efeito rebote não apareceu.
A Bê está uma graça, como podem ver na foto ao lado.
Aos que têm o mesmo problema aconselho: não fiquem satisfeitos com o conselho do médico para que esperem até os 2 anos. Procurem uma segunda opinião.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

A pontinha do nariz (hemangioma)

Fiz uma filmagem da B contando histórias.
Uma graça, bem mocinha.
Fiquei observando o nariz e admirando o sumiço do hemangioma.
No enatnto, percebi que a pontinha do nariz continua acentuada. Nada comparado ao que era, ainda bem.
Meu pai diz que ela é nariguda. E que mesmo que ela não tivesse o hemangioma, teria nariz grande. Meu sais ...
Nossa próxima consulta é em dezembro e até lá continuamos com o propanolol.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Um resumão sobre o hemangioma da Bê

Quando tinha menos de 1 mês apenas, notei que o nariz da Bê estava roxinho. Como ela era molinha e, por vezes, batia com o rostinho no meu colo quando mamava, pensei que tivesse machucado o nariz.
Os dias foram passando e, além da coloração, o volume do nariz também estava aumentando.
Mal havia completado 1 mês, mostramos ao nosso padrinho, que é cirurgião pediátrico, e ele nos indicou um especialista, o Dr. José Antônio.
Quando lá chegamos, ele não titubeou e diagnosticou o hemangioma.
No início foi um susto, pois o nome é feio demais, né? Deu um medão daqueles!
Ele explicou detalhadamente e pediu que observássemos o crescimento que, provavelmente, aconteceria até os 6 meses.
Iamos lá com bastante frequencia e optamos, por orientação do médico, não intervir.
O que poderia ser feito, caso o hemangioma estivesse dificultando a respiração, seria o uso de corticóide. Naquela fase, o medicamento teria o efeito colateral no que se refere ao crescimento. No entanto, caso fosse necessário, o fariamos.
Outra questão era referente ao 'sumiço' do hemangioma.
Na literatura médica, ele some aos 2 anos de idade, geralmente.
O da Bê não sumiu. Parou de crescer aos 6 meses, aproximadamente, mas continuava lá.
Numa consulta de rotina, o Dr. José Antônio nos falou sobre o propanolol. Os estudos não eram tão recentes, mas as publicações sim. No entanto, os resultados estavam sendo sensacionais.
Fizemos uma avaliação cardíaca e a Bê começou a usar 10mg, duas vezes ao dia.
No início fiquei muito preocupada, já que o propanolol diminui a frequencia cardíaca. Segundo a cardiologista, ela poderia ficar um pouco apática, o que seria normal em função do uso do medicamento.
Bom, nas primeiras 24 horas pensamos que o efeito tinha sido contrário, já que a figurinha não parava de pular!
Os efeitos do propanolol são muito rápidos!
Quando usamos pela primeira vez, pensei que fosse coisa da minha cabeça. Coisa de mãe que quer ver o resultado rápido, sabe?
Mas não era.
A Bê usou durante 11 meses. Quando parou, aconteceu o efeito rebote. O médico já havia nos alertado que isso poderia acontecer. Durante 1 mês sem usar, a coloração mudou e o volume aumentou.
Fiquei angustiada e voltamos ao médico.
Ele explicou que o aumento do hemangioma não seria muito maior do que aquele que estávamos presenciando. Que alívio!
Fiquei imaginando que ele cresceria aceleradamente até alcançar um volume grande, mas estava enganada. Mesmo que ela ficasse sem o medicamento, ele não cresceria muito mais do que aquilo.
Retomamos o uso. Desta vez manipulado em líquido por causa do peso da Bê. Pedi para adicionarem sabor, pois o comprimido é ruim demais. Ui!
Ela começou a tomar outra vez e, uns 5 dias depois a pontinha do nariz estava mais clarinha e o volume menor.
Hoje, depois de 2 meses, mais ou menos, ela não tem quase nada.
Vai usar até janeiro de 2011.
A todos os pais que tem filhotes com hemangioma, digo que tenham fé. A medicina está muito evoluida e um bom médico poderá acalmar os corações de vocês.